Escola de Notícias

Projeto Escola Comunitária de Comunicação/SP

Oportunidade de renda e trabalho à jovens em produção audiovisual

A região de Campo Limpo é uma das mais complexas áreas da cidade com população estipulada em 600 mil habitantes, 52% tem faixa etária entre 0 e 29 anos de idade, no auge da produção criativa. Para os jovens, entretanto, as oportunidades de lazer, trabalho e educação são muito reduzidas.

Formada por jovens moradores de Campo Limpo, Zona Sul da cidade de São Paulo, a Escola de Notícias tem o propósito de impulsionar transformações em diferentes comunidades usando as tecnologias de informação e comunicação (TICs). A Escola é um modelo de Negócio Social cujos projetos são subsidiados a partir da comercialização de produtos e serviços.

IMPACTO

O apoio da Fundação ABH e BrazilFoundation vai possibilitar:

  • Módulo de conclusão do curso Escola Comunitária de Comunicação com a formação de 30 jovens no uso das linguagens de Jornalismo e Escrita Criativa, Fotografia, Vídeo e Criação Gráfica;
  • Saídas culturais: visitas a emissoras de TV, rádio, redações de jornal e revista, estúdios de animação com bate papo com profissionais da área;
  • Aquisição de equipamento permanente para suporte de edição de áudio e vídeo.

Resultados finais:

  • Oficinas de autoconhecimento e desenvolvimento pessoal: exercícios e discussão sobre a escola, múltiplas inteligências, maneiras de aprender e ensinar, educação entre pares;
  • Oficinas de técnicas de prática jornalística: características do jornalismo, coesão e coerência, lead/pirâmide invertida/título/editorais/lauda, fotojornalismo, funções, custos de produção, fontes, revisão;
  • Oficinas de técnicas de prática audiovisual: roteiro, funções de set de filmagem, direção, direção de fotografia, iluminação, direção de arte, som, produção, edição;
  • Formação de comunicadores mais empáticos, éticos e ativos na transformação da sociedade;
  • 33 jovens capacitados em comunicação para ampliar o acesso a direitos sociais, culturais e econômicos entre as juventudes;
  • Os jovens produziram um documentário sobre os espaços ocupados por coletivos de cultura da periferia e um curta metragem sobre a vida da juventude nas escolas;
  • Produção de um Fanzine com histórias de vizinhos como seu principal mote, um média-metragem e um blog onde as histórias e a comunidade escolar são os principais atores;
  • 1500 pessoas impactadas indiretamente entre entre familiares, amigos e corpo estudantil de cada jovem envolvido.

Quer conhecer mais sobre a Associação a Escola de Notícias? Acesse os links abaixo:

http://escoladenoticias.org/

https://www.facebook.com/escoladenoticias/

https://www.youtube.com/watch?v=Ox0jtY0K0Aw