Desenrola e Não Me Enrola

2019

Galeria de Fotos

A Iniciativa

Quem Somos

Criado em 2013, o Desenrola E Não Me Enrola é um coletivo de comunicação, representado juridicamente pela Associação Desenrola, engajado em criar e ressignificar práticas e métodos de produção de conteúdo, pesquisa e formação, tendo como ponto de partida a produção de conhecimento presente nos diferentes contextos sociais que dão forma às periferias de São Paulo. Não por acaso, os eixos temáticos que norteiam todos os projetos desenvolvidos pelo coletivo são identidade, território e repertório. A partir desses projetos, trabalhamos para transformar os imaginários e as narrativas sobre a identidade cultural de sujeitos e territórios periféricos, por meio da comunicação. A base metodológica para isso se dá por meio da criação de espaços de produção de conhecimento crítico sobre a realidade social das periferias.

Distrito

Jardim Ângela

A Proposta

O Projeto Comunicação de Impacto Territorial é uma formação aberta e destinada à coletivos, articuladores culturais e empreendedores da zona sul de São Paulo, com objetivo de desenvolver as seguintes habilidades em seus projetos e iniciativas: identidade institucional, como contar sua iniciativa, planejamento de comunicação institucional, gestão de redes sociais e distribuição de conteúdos e narrativas em audiovisual.

A partir do projeto busca-se inserir nas iniciativas participantes a prática da comunicação territorial, além de mostrar a importância de comunicar suas ações no território e como isso impacta na aproximação de parceiros e engajamento de público.

O Contexto

Somando o número de moradores dos distritos do Jardim Ângela, Jardim São Luís, Campo Limpo e Capão Redondo, há mais de 1 milhão de moradores, segundo dados de 2017 da prefeitura de São Paulo.

A grande questão é que há um número pequeno de equipamentos públicos como Fábricas e Casas de Cultura, para suprir as demandas sociais como cursos e formações criados a partir das demandas do território e que, de fato, atendam a população local, dificultando que necessidades desta sejam atendidas integralmente.

Há muito tempo, atores sociais criam iniciativas inovadoras no campo da saúde, educação, cultura, tecnologia, alimentação, emprego e geração de renda, as quais estão transformando a realidade dos seus bairros. Porém, ainda existe um hiato na comunicação entre essas iniciativas de impacto social e os moradores.

Entendemos que a falta de comunicação nas ações desenvolvidas pelos coletivos, empreendedores e agentes dos territórios periféricos impede que seus trabalhos sejam compreendidos e comunicados em larga escala, para que chegue até possíveis parceiros, financiadores e os próprios moradores e beneficiários das ações.

O projeto surge exatamente para potencializar a comunicação desses coletivos que passarão, a partir do entendimento da sua identidade institucional, a comunicar melhor suas ações para o território em que atuam.

Como Funciona

A formação terá duração de cinco meses, com módulos mensais (três encontros por mês de cada tema, cada com duração de 3 horas ministrado por agentes do território e pelo Desenrola), divididos em oficinas que abordarão os seguintes conteúdos:

Oficina 1 – Identidade institucional

Oficina 2 – Como contar sua iniciativa

Oficina 3 – Planejamento de comunicação institucional

Oficina 4 – Gestão de redes sociais e Distribuição de conteúdos

Oficina 5 – Narrativas em audiovisual

Cinco coletivos da região serão selecionados para participar do processo a partir da abertura de inscrições, seguido de uma seleção que incluirá como quesito estar em busca de melhorar a comunicação de seu projeto e atuar com foco no impacto territorial.

As oficinas acontecerão no Centro e Mídia M’Boi Mirim, espaço gerido pelo Desenrola e Não Me Enrola, localizado no Jardim Ângela, zona sul de São Paulo.

O Público do Projeto

  • O projeto irá atender diretamente 5 coletivos/empreendedores da região, que não possuem uma estrutura de comunicação efetiva com seu público e possíveis investidores. Participarão dos encontros 2 integrantes por iniciativa, possibilitando que o conteúdo seja transmitido aos demais membros do coletivo, impactando indiretamente esses outros membros, além do público que passará a conhecer/entender e usufruir dos objetivos e atividades desenvolvidas pelas iniciativas.

Os Objetivos do Investimento

  • Gerar, por meio da comunicação, oportunidades de conexão e atuação entre coletivos, empreendedores locais e agentes que atuam na região.
  • Fomentar a produção de conteúdos audiovisuais para potencializar a narrative construída das atividades exercidas pelos coletivos, para que possam ter maior impacto de público e/ou parceiros.
  • Proporcionar, a partir da identidade institucional das ações, uma narrativa concreta para que possam contar seus projetos, e se posicionarem de uma nova forma, além atrair mais público e/ou possíveis parceiros.
  • Melhorar a comunicação territorial das iniciativas.
  • Oferecer à comunidade um espaço com equipamentos e ferramentas onde possam utilizar e contribuir para melhorias no território.
  • Envolver a comunidade para serem protagonistas das melhorias que eles buscam para o território.
  • Melhorar a rede de apoio para fortalecimento das atividades realizadas pelo Desenrola.
ASSINE NOSSA NEWSLETTER...para receber notícias e novidades!