Instituto Projeto Sonhar

2019

Galeria de Fotos

A Iniciativa

Quem Somos

O Projeto Sonhar auxilia no desenvolvimento humano de famílias, apoiando a saúde física, psíquica e emocional das pessoas, bem como a ampliação material e cultural de seus indivíduos, sendo o afeto a base fundamental para o alcance desses direitos.

Distrito

Capão Redondo

A Proposta

O Projeto Sonhar Famílias busca o desenvolvimento familiar por meio de atendimento e acompanhamento biopsicossocial. Os grupos familiares são procedentes do distrito do Capão Redondo, com crianças e adolescentes de até 14 anos, expostas à situações de risco pessoal e social, e com vínculos familiares e comunitários fragilizados. Este apoio é institucional, para a manutenção da organização e suas atividades.

O Contexto

As 23 famílias atendidas pelo Projeto Sonhar atualmente apresentam no mínimo uma situação de risco social que afeta diretamente a dinâmica familiar. As principais situações identificadas são: abuso sexual de crianças e adolescentes, alcoolismo, drogadição, extrema pobreza, negligência e maus tratos, questões de saúde mental e violência doméstica.

As UBS (Unidades Básicas de Saúde) na comunidade dispõem de um profissional para atender as demandas de saúde mental e emocional da população atendida. Porém há dificuldade de conseguir agenda e quando essa acontece, o atendimento costuma ser em grupos, com queixas distintas entre os participantes. Os pacientes sentem-se expostos, pois para maioria não é fácil falar de si e das suas questões.

O Projeto Sonhar Famílias parte desta compreensão a partir da troca com outros profissionais da área da saúde, da assistência social e da defesa de direitos da criança e adolescente, e com familiares.

Por outra necessidade, o Projeto Sonhar Famílias visa não somente ofertar ações de cunho social, mas também ofertar assistência psicológica direta. Os atendimentos possibilitam o fortalecimento pessoal, a capacidade de fortalecer e restaurar os laços afetivos, a superação de traumas e diminuição do sofrimento mental.

Por isso, os atendimentos psicológicos são fundamentais para auxiliar o processo de desenvolvimento de uma sociedade mais justa e igualitária, possibilitando às famílias e aos indivíduos meios para se desenvolverem biopsicosocialmente.

Como Funciona

O Instituto Projeto Sonhar criou uma metodologia específica que contempla as seguintes etapas:

  1. A família é encaminhada ao Projeto Sonhar Famílias por meio de um parceiro dos serviços da política municipal de Assistência Social, Saúde e/ou Defesa dos Direitos da Criança e Adolescente
  2. Ao receber a família, o primeiro passo consiste na criação da relação de confiança entre o educador social do projeto e os membros familiares, por meio do vínculo afetivo
  3. Cada educador do projeto trabalha um grupo de 12 famílias; para cada núcleo familiar é elaborado um plano de atendimento personalizado de acordo com suas necessidades específicas
  4. Visitas são feitas semanalmente às famílias com a finalidade de auxiliar na reorganização familiar e o acompanhamento das atividades externas assim como o encaminhamento e a orientação das questões familiares
  5. Realizam-se encontros socioeducativos com as famílias, cujo objetivo é criar o vínculo afetivo e propiciar o desenvolvimento dos seus membros em áreas como:  educação, saúde, habitação, trabalho e renda, projeto de vida, cidadania e relação com a comunidade local
  6. Caso identifique-se a necessidade, é feito o encaminhamento para avaliação, levantamento de demanda e atendimento psicológico dos membros das famílias atendidas e, quando possível, de outras pessoas da comunidade
  7. De maneira transversal, trabalha-se o desenvolvimento local, que tem como objetivo promover o fortalecimento do trabalho em rede com as demais organizações sociais da região, visando o aumento da sinergia no desenvolvimento sustentável das famílias na comunidade.

Em relação à oferta de atendimento psicológico, vale ainda informar que:

  • Objetivo do atendimento psicológico é ofertar assistência psicológica direta à crianças, adolescentes e famílias em situação de conflito emocional, que apresentam sofrimento mental, ou expostas a situações de riscos pessoais e socais.
  • Os atendimentos serão sempre ofertados quando o educador social identificar questões que causem sofrimento mental ou quando seja percebida a necessidade do fortalecimento e restauração dos laços afetivos na família.
  • As sessões de terapia acontecem na sede do Projeto Sonhar e serão realizadas por duas profissionais, sendo uma para o público infanto-juvenil e uma para o público adulto.
  • Cada profissional atende duas vezes na semana. A psicóloga infantil às terças e quintas e a psicóloga de adultos às quintas e sextas, ambas das 09h às 17h.
  • O atendimento psicológico não é uma condicionalidade para a família participante no projeto. Serão atendidos aqueles que percebem a necessidade e que dispõem do desejo e do compromisso para com os atendimentos.
    • Tipo de Atendimento: Atendimento Individual e Grupal
    • Local: Sede do Projeto Sonhar
    • Periodicidade: Cada paciente passa 1 vez na semana em atendimento
    • Carga Horária: 60 minutos por sessão
    • Nº de beneficiados diretos no ano: 45
    • Sessõesmensais: 96
    • Sessões em 10 meses: 960 (Esse número corresponde a quantidade de sessões, pois na terapia de grupo, apesar de termos até 4 participantes, computamos 1 sessão; A quantidade de indivíduos está somado ao nº de beneficiados)
  • O processo de atendimento dura de acordo com a necessidade e demandas de cada paciente. Em média, pode-se dizer que poderá acontecer na modalidade de terapia breve (2 meses), ou a de longa duração (até 18 meses).
  • A alta acontece quando a queixa principal do paciente é resolvida, pelo tempo máximo de acompanhamento ser atingido, ou ainda, acaso o paciente peça o desligamento dos atendimentos.
  • Os profissionais de psicologia também realizarão palestras educativas a cada três meses como forma de acolher as demandas identificadas em consultório e necessidades percebidas pelo educador social no contexto familiar. Até o momento, já se identificou a demanda, por exemplo,  de falar sobre alienação parental, aspectos de maternagem, e os cuidados necessários na primeira infância.
  • Estão previstas palestras educativas trimestrais, a serem realizadas na sede do Projeto Sonhar, nos períodos da manhã e tarde, facilitando assim o maior número de pessoas participantes.
  • Para esses momentos de palestras serão convidadas todas as famílias participantes do Projeto Sonhar e da comunidade, além das famílias com indivíduos em atendimento psicológico.

O Público do Projeto

  • O Projeto Sonhar Famílias tem capacidade para atender 26 famílias simultaneamente. As famílias acompanhadas são, em sua maioria, moradoras do distrito do Capão Redondo. A expectativa de atendimento até dezembro de 2019 é de 200 pessoas, direta e indiretamente.
  • Há ações voltadas para a comunidade do entorno e por meio de parceiros da rede, e por isso, são disponibilizadas cinco vagas de atendimento psicológico para a comunidade. Mensalmente, há um grupo de 15 pessoas da comunidade que vão à sede do Instituto e participam do Projeto de Aplicação de Florais.
  • Em 2018 o Projeto atendeu diretamente 30 famílias, num total de 149 membros, em média 4,97 pessoas por domicílio; sendo: 63 crianças, 34 adolescentes até 18 anos, e 52 indivíduos maiores de 18 anos. 60% dos núcleos familiares atendidos eram compostos por relações monoparentais, nas quais a mulher é a responsável familiar. As famílias participantes do Projeto Sonhar possuem renda familiar mensal entre R$ 250,00 e R$ 2.700,00 e renda média per capita de R$ 227,35.
  • Das 30 famílias atendidas, 14 moram em casas com fácil acesso a ruas e avenidas e têm endereço e número de fácil localização. Outras 14 estavam em casas localizadas favelas. E duas em cômodo cedido, sem estrutura sanitária e hidráulica.

Os Objetivos do Investimento

  • Aumentar o número de atendimentos individuais de terapia entre abril e dezembro de 2019.
  • Realizar atendimentos de terapia em grupo no período entre abril e dezembro de 2019.
  • Disponibilizar atendimento para membros da comunidade entre abril e dezembro de 2019.
  • Manter a frequência nos atendimentos psicológicos individuais.
  • Melhorar a autoestima dos atendidos.
  • Garantir a participação dos responsáveis pelas famílias (ou de todos os membros das famílias) nas palestras de pais e responsáveis.
  • Conceder altas individuais promovidas pela evolução do paciente entre abril e dezembro de 2019.
  • Aumentar o número de financiadores para as ações do Projeto Sonhar Famílias.
  • Aumentar o número de parcerias do Instituto Projeto Sonhar.
  • Aumentar o número de seguidores nas Redes Sociais do Projeto Sonhar.

Quer conhecer mais sobre o Projeto Sonhar?

ASSINE NOSSA NEWSLETTER...para receber notícias e novidades!