Redes da Maré

Galeria de Fotos

Sobre

A Redes da Maré é uma organização social focada no desenvolvimento comunitário do Complexo da Maré, na cidade do Rio de Janeiro/RJ.

Sua criação é resultado de um longo processo de implicação dos seus fundadores com o movimento comunitário no conjunto de favelas da Maré e, também, na cidade do Rio de Janeiro.

As ações, pesquisas e reflexões desenvolvidas pela Redes da Maré ao longo de seu percurso, marcado pela atuação de seus integrantes em organizações locais e em outros espaços da cidade, nos diferentes campos das políticas sociais, pautam-se pelo interesse comum de trabalhar, de forma integrada e abrangente, com temáticas relativas à cidade do Rio de Janeiro e, mais especificamente, aos seus espaços populares.

Eixos

Com essa estratégia de atuação, a instituição busca desenvolver projetos dentro de cinco eixos:

  • Arte e Cultura
  • Desenvolvimento Territorial
  • Direito à Segurança Pública e acesso à Justiça
  • Educação
  • Identidades, Memória e Comunicação

Propósito

MISSÃO

VISÃO

Promover a consolidação de uma ampla rede de parceiras para garantir o desenvolvimento sustentável no maior conjunto de favelas no Rio de Janeiro, a Maré, a partir da articulação de pessoas e instituições comunitárias, da sociedade civil, de universidades, de órgãos públicos e da iniciativa privada.

Ter o reconhecimento dos moradores da Maré, de instituições da sociedade civil, de órgãos do poder público, como uma instituição que trabalha tecendo parcerias que buscam promover o desenvolvimento sustentável da região, a partir do protagonismo dos moradores e experiências relevantes para a cidade.

Quer conhecer mais sobre a Redes da Maré?

Acesse os links abaixo:

http://redesdamare.org.br/mareverde/

https://www.facebook.com/redesdamare

https://www.youtube.com/watch?v=cArDGFJ6kNk

https://www.youtube.com/watch?v=E3eihOdy6Gg

https://www.youtube.com/watch?v=N7xZInm_QqE

http://redesdamare.org.br/maredenoticias

Investimento Flexível

A Fundação ABH trabalha com investimento flexível para as organizações que apoia. A Redes da Maré estabeleceu para este apoio os seguintes objetivos:

Maré Verde

Uma agenda para a promoção dos direitos socioambientais na Maré.

  • As desigualdades ambientais são grandes medidores de desigualdades territoriais
  • O projeto prevê ações para a construção de uma agenda para promoção dos direitos socioambientais na agenda do desenvolvimento territorial da Maré.
  • As ações serão articuladas em torno de dois eixos complementares:
    • Mobilização de diferentes segmentos da população em torno de intervenções que tenham um impacto na qualidade de vida dos moradores da Maré;
    • Incidência política para intervenções urbanísticas para melhoria da qualidade de vida dos moradores da Maré.

Breve diagnóstico socioambiental

  • Insuficiência de políticas públicas qualificadas e de educação ambiental no território
  • Ilha de calor: Na Zona Norte, onde está localizada a Maré, foram identificadas temperaturas atmosférica mais altas do que no centro da cidade acentuando-se e ampliando-se, as dificuldades que interferem, significativamente, na qualidade de vida ; a poluição do ar é uma das causas das infecções respiratórias, e a região da Maré é onde tem o maior número de internação de crianças em razão de infecção respiratória aguda.
  • Insuficiência de áreas verdes: 16 praças não arborizadas foram mapeadas na Maré, as únicas áreas que concentram massa arbórea é a Ilha do Pinheiro (Parque Ecológico da Maré) e a Vila Olímpica da Maré. A Maré possui apenas 3,49 m2 / habitante de area verde e lazer, bem abaixo das recomendações da OMS para garantir o mínimo de qualidade de vida (12m2/habitante); Menos de 30% dos domicílios cultiva plantas na Maré.
  • Coleta de resíduos e Saneamento básico: Insuficiência da coleta de resíduos e coleta de resíduos. Cerca de 30% dos domicílios da Maré não tem serviço de coleta domiciliar, jogando o lixo em terreno baldio, na rua, em canais e valões. Ainda que exista uma rede de esgoto, não há ligação da rede de esgoto ao tronco coletor e estação de tratamento.

Potencialidades

  • Tecido comunitário denso e dinâmico com presença de 16 associações de moradores, organizações da sociedade civil, e instituições religiosas;
  • Economia local dinâmica com mais de 3000 empreendimentos comerciais, dentro os quais mais de 30% na área da alimentação;
  • Mais de 40 escolas municipais, nas quais a Redes da Maré tem uma inserção através de uma atuação na articulação da comunidade escolar há 20 anos;
  • Maré que Queremos e Fórum das Associações de Moradores, espaços permanentes de reflexão e articulação junto aos órgãos públicos para formulação de demandas e monitoramento de politicas publicas para o desenvolvimento sustentável da Maré;
  • Juventude cada vez mais conscientizada sobre a importância de incluir a agenda ambiental dentro da mobilização em torno da agenda de desenvolvimento territorial;
  • Programa de hortas urbanas em escolas municipais e Parque Ecológico da Maré.

Transformações e resultados esperados

  • Maior cuidado com espaços públicos e comuns a partir de uma maior conscientização ambiental e da valorização dos saberes e práticas locais;
  • Moradores ativos na gestão do território;
  • Jovens, mulheres, homens e mulheres idosas, formados como multiplicadores ambientais;
  • Órgãos públicos e lideranças comunitárias mais comprometidos com a agenda ambiental no território;
  • Visibilidade das experiências socioambientais desenvolvidas na Maré.