Conteúdos

Dia Mundial da Poesia

Já dizia o famoso filósofo e escritor francês Voltaire que “a poesia é a música da alma, e, sobretudo, de almas grandes e sentimentais”.

E sentimento é o que não falta nos tempos sombrios em que vivemos. Diante do medo, das incertezas e do isolamento, as emoções ficam à flor da pele e é preciso encontrar meios de pôr para fora esse turbilhão de sensações e pensamentos.

Com isso, a poesia se torna uma válvula de escape para os corações entristecidos, uma voz para aqueles que precisam desabafar e compartilhar, um abraço para quem precisa de carinho, uma pitada de esperança para aqueles que pensam em desistir e uma cura para almas doloridas pela vida.

Todos os versos e rimas de incríveis obras primas que na história deixam a sua mensagem merecem ser lembradas para a linguagem dos povos assim ser valorizada.

A poesia, suas origens e a periferia.

A poesia nasceu na Grécia antiga e significa ‘criação’.

A construção de uma poesia se baseia na subjetividade, cujo objetivo é expressar pensamentos, sentimentos e estados de espírito sempre retratados sob a percepção do criador.

Nos séculos passados elas costumavam ser cantadas e não escritas em decorrência do baixo índice de alfabetização das classes mais humildes. Portanto, os poetas recitavam seus versos acompanhados do som de uma Lira, instrumento musical comum na época.

Hoje, essa manifestação artística é fortemente utilizada como ferramenta de protesto pelos moradores das periferias do Brasil.

Na Periferia Sul de São Paulo, por exemplo, a cultura do Slam é muito comum. O Slam é uma batalha de poetas que apresentam seus poemas e são avaliados por uma comissão de jurados após as apresentações. Entretanto, esses eventos representam muito mais do que simples competições, viram espaços de resistência e voz para a parcela da população que é invisibilizada e vive às margens da sociedade.

Os saraus de poesia também são muito comuns nas periferias de São Paulo, como o Sarau da Cooperifa, do Binho, das Pretas, da Ponte pra Cá, dentre tantos outros que reúnem grandes poetas e artistas da literatura, como Sérgio Vaz, Marco Pezão e Thata Alves, e são espaços de expressão e divulgação de trabalhos.

Poesia e construção social

A poesia nasce na subjetividade do ser humano; ela é diversa e para compreendê-la é preciso estar aberto às diferentes experiências sensoriais que acontecem por meio de palavras, cores, imagens e sons, nos atingindo no campo das emoções, construindo e ressignificando jornadas.

Com o psicopedagogo, terapeuta e poeta Billy de Assis, que falou sobre sua relação com essa manifestação artística e sua importância para a sociedade.

Ele conta que sua história com a escrita poética começou na década de 1990, quando participou de um grupo chamado ‘Juntando Isso dá Poesia’, com seu amigo Rosalvo Viana, através do qual estiveram em diversos encontros e festivais, inclusive ganhando alguns deles.

“Para mim a poesia é uma possibilidade de ver, entender e apresentar o mundo de maneiras diferenciadas. É uma rica oportunidade de aprendizagem”, explica o educador.

O ensino e a poesia, aliás, se cruzam e se completam na jornada de Billy enquanto educador.

“Ao longo de minha atuação como professor de atendimento educacional especializado em pessoas com deficiência, sempre fiz uso da poesia para trabalhar temas variados, apresentando os conteúdos de forma mais lúdica, colorida, com recursos visuais e pequenas dramatizações, sempre respeitando o processo de construção de cada indivíduo”, explica.

Billy de Assis descreve a poesia como um mundo de ampla possibilidades e significados diversificados, de fundamental importância para aprendizagens significativas, um recurso maravilhoso na área terapêutica, um caminho para crítica social e também uma ferramenta de mudança de realidades.

Ele completa: “Poesia é sentir o ar, respirar, encantar, transformar e mudar”.

Mude o seu mundo com poesia, ressignifica a sua jornada com arte.

Origem do Dia Mundial da Poesia

O Dia Mundial da Poesia é comemorado em 21 de março. A data foi oficialmente instituída em 16 de novembro de 1999 durante a 30ª Conferência Geral da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura com o objetivo de promover a diversidade linguística e estimular o intercâmbio entre as diferentes culturas do planeta terra.

De acordo com a ata da conferência, a criação da data busca ainda reconhecer e impulsionar os novos movimentos poéticos nacionais, regionais e internacionais, além de dar visibilidade às línguas ameaçadas, como as indígenas que “terão maiores possibilidades de se expressar dentro de suas comunidades”. Já que a poesia é aberta à diversidade de criação, construção e temática.

Feliz dia Mundial da Poesia!

Juntos podemos transformar!

ASSINE NOSSA NEWSLETTER...para receber notícias e novidades!